Depoimento de um Estudante Online

Hoje apresento o depoimento de como um estudante online pensa e como esses cursos impactaram sua forma de pensar e agir.

Concordando com esse depoimento ou não, o texto serve para refletirmos sobre o papel dos cursos (online ou presenciais). E nisso incluo também aplicativos para aprender línguas (como o Duolingo, que recomendo) no nosso aprendizado.

 

estudante online


Ser um Estudante Online

“No início aprender através cursos online não é nada fácil. Pelo menos, para mim não foi. Mas agora, depois de uns 4 cursos, eu acho que descobri o porquê.

Acho que a maioria de vocês vai ficar bem irritada com o que vou dizer sobre ser um estudante online.

Mas descobri que no curso presencial eu estava mais interessado em que o professor me desse atenção do que realmente na conteúdo do curso.

Cheguei a conclusão de que nós pagamos um curso presencial (caro) para receber atenção mais do que qualquer coisa.

Mas o que tem de tem errado com isso? Você vai me perguntar.

Bem, crianças precisam de muita, muita atenção.

Leia mais: Ampliando as Opções de Cursos Online

Ficando mais adulto

Mas conforme a gente vai ficando mais adulto, percebe que pode se virar sozinho em um monte de coisas. Isso se chama autossuficiência.

E é justamente isso que um curso online obriga você a ter: autossuficiência.

Ser um estudante online, ainda mais em uma língua estrangeira, você é obrigado a aprender “sozinho”. Sim existe um direcionamento para o aprendizado.

Mas se você pensar que na linguagem entre seres humanos, o gestual corresponde a mais ou menos 70% do conteúdo que está sendo transmitido por ambas as partes, você vai ter que se virar com apenas 30% para construir o seu conhecimento.

Quero dizer que o vídeo que você vê nos cursos online vai dar para você 30% do que você precisa.

Os outros 70% de ser um estudante online  vão ter que ser construído por você mesmo.

No início, pelo menos para mim que fui acostumado a ter alguém na minha frente me dizendo exatamente o que fazer, ser obrigado a construir meu próprio conhecimento a partir documentos e alguns vídeos não foi uma coisa fácil.

Existe uma outra coisa, que pode ser ainda mais irritante para você ouvir.

De quem é a culpa?

Se você não passa, se não consegue o certificado, não tem como culpar o professor, seja em aula presencial ou sendo um estudante online.

A culpa é sua. Se você vai fazer um curso online da John Hopkins University e não passa, não tem como você dizer, ” ah, foi o professor que não foi com a minha cara”, ou ainda, “Essa universidade é uma m.”.

Não, nenhuma dessas desculpas vai colar. A culpa é sua. Você é único responsável pelo seu fracasso ou sucesso.

Depois de dois anos, posso dizer que estou viciado nos cursos e ser um estudante online.

Eles são baratos, existem centenas deles disponibilizados por universidades como MIT, Standford University, Ecole Polytechnique Fédérale de Lausanne, Harvard, só para citar algumas.

Voltarei a fazer cursos presenciais? Hummm, sim.

Mas terei o cuidado de fazer um curso que seja um curso sério, e não uma terapia de grupo disfarçada. Ser um estudante online é bem melhor


E você? Concorda com a opinião desse leitor?

Minha Opinião do Depoimento de um Estudante Online

Eu, particularmente, concordo com uma grande parte desses pontos, como venho mostrando aqui na sequência de email do “Trabalhando no Exterior”:

  1. O quanto é importante que corramos atrás de novas qualificações para impulsionar o nosso CV;
  2. A autossuficiência para nossos estudos. O responsável pelo nosso desesnvolvimento somos nós e temos que nos dedicar a isso através do estudo em cursos online e de aplicativos para línguas.
  3. Autossuficiência é um esforço! Cansa no começo mas depois vai no “piloto automático”. E devo te dizer que é quase irreversível: uma vez que você aprende a se dedicar sozinho, nunca mais esquece!

Os posts abaixo podem ser do seu interesse para ser um estudante online:

  1. Passaporte para a Fluência – Tudo o que Faltava para Falar Inglês Fluente em 8 Semanas
  2. Seguindo os 6 Passos da Meditação
  3. As Respostas para As Principais Perguntas sobre Trabalhar no Exterior
  4. Você Conhece o Poder do Foco?
  5. Como Fazer um Currículo Perfeito e + 14 Dicas Exclusivas
  6. 7 Motivos para Você Acordar Cedo às 5 da manhã (o N. 1 já vale a pena)
  7. Seguindo os 6 Passos da Meditação
  8. Como Fazer um Currículo Perfeito e + 14 Dicas Exclusivas
  9. Uma Simples Ação para Otimizar a Produtividade do seu dia
  10. O seu Por Que em Trabalhar no Exterior com 1 Exercício
  11. Desculpas, Histórias e Justificativas x Vagas de Emprego no Exterior
  12. Já Ouviu Falar da Dieta da Informação? Aplique-a para Encontrar seu Trabalho no Exterior
  13. Empenhado em Conseguir sua Vaga de Emprego no Exterior?

Até o próximo post!

Paulo Roberto

Comentários

comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
error: Conteúdo protegido!