Sobre

Sobre

 

Olá, pessoal!

Vou usar essa página “Sobre” para falar um pouco sobre minha trajetória até agora.

Sobre a Adolescência

Bom, nasci em 1986 e fui criado no subúrbio do Rio de Janeiro, Brasil, numa família simples e sem sobrar muito dinheiro (e muitas vezes não sobrando nada).

Fui acostumado a fazer concurso público desde os 13 anos de idade.

Estudei o 2º grau (Ensino Médio) em Escola Técnica Federal (CEFET-RJ como Técnico em Mecânica).

Nesse período passei a ter contato com bons estudantes que sempre me estimularam a dar o melhor de mim em prol do meu aprendizado e avanço no lado pessoal.

Preparando para a faculdade:

  1. Ao fim do Ensino Médio, ingressei na UFRJ para estudar Engenharia Naval em 2004;
  2. Minha vontade era fazer faculdade de Matemática;
  3. Fui “convencido” pelos meus pais a fazer Engenharia.

Faculdade

Durante os 5 anos, desenvolvi outras aptidões:

  1. Pelo grande nível dos colegas de turma;
  2. E o desafio de ter passado em mais esse concurso público.

Fiz estágio na UFRJ por 3 semestres próximo ao final da faculdade.

A 6 meses da minha formatura e em meio a crise americana, tentei fazer estágio em empresas fora da faculdade, mas não consegui.

Então, foi um período de grande dedicação para me formar e começar a busca de empregos em um difícil mercado de trabalho tomado pela crise.

Sobre a minha Experiência Profissional no Brasil

Logo após o Carnaval de 2009 e a minha formatura, comecei a trabalhar em uma multinacional de Engenharia do setor de óleo e gás no Rio de Janeiro. E isso mesmo tendo sido aprovado há 1 mês para ser Engenheiro Naval da Marinha do Brasil.

Após 1 ano e meio de trabalho e em buscas de novos desafios, comecei a trabalhar em uma empresa francesa, ainda trabalhando no Rio de Janeiro.

Porém, após 2 anos e meio, minha cabeça começou a mudar quando viajei para um treinamento na França com a então minha namorada, ao final do ano de 2012. Logo decidi buscar expatriação na empresa para o exterior.

Tendo Houston como pensamento naquele momento, tentei pela empresa. Contudo os prazos para que isso acontecesse eram bem mais longos do que o planejado por nós.

E a Experiência Profissional no Exterior?

Com esse feedback, comecei a buscar emprego no exterior e após 4 meses fui contratado por uma empresa no sul de Londres, do mesmo porte da empresa da minha 1ª experiência profissional.

Já casado e em busca de novos objetivos pessoais e profissionais, chegamos em Londres em Agosto de 2013. Nesse período, o setor de óleo e gás estava em alta e foi um pequeno boom de profissionais brasileiros imigrando para o exterior legalmente.

Tudo correndo bem, muito aprendizado e evolução profissional e pessoal nessa grande cidade, porém o setor de óleo e gás começa a sentir os efeitos da queda do preço do petróleo e do gás no final de 2014. Em Janeiro de 2015, a empresa decidi começar um processo de demissão como uma reestruturação devido à nova perspectiva do setor.

Sem a vontade de voltar ao Brasil, onde escândalos políticos e da Petrobras começaram a vir a tona, resolvemos abrir meu leque de procuras de emprego ao redor de Londres e outros paises na Europa.

Após 3 meses de procura não tivemos uma clara definição de como ficaria o trabalho no sul de Londres. Daí acertamos nossa mudança para Paris para trabalhar na matriz da mesma última empresa que trabalhei no Rio de Janeiro. Porém, o processo foi do zero e não acredito que o pessoal do Rio de Janeiro tenha influenciado.

Desde Setembro de 2015, estou buscando meu desenvolvimento pessoal e profissional em Paris.

Agregando Valor para Outros Profissionais

Com a economia brasileira indo de mal a pior, resolvi ajudar outros profissionais brasileiros que desejam trabalhar no exterior. A minha experiência de mudança para 2 países e conhecimento do mercado de trabalho e processos de imigração possam ajudar.

Somado a esses fatores:

  1. Passei a estudar mais ainda sobre desenvolvimento pessoal;
  2. Criei uma sequência de email de como profissionais qualificados podem conseguir um emprego no exterior. Cadastre-se lá na página principal;
  3. O foco está na melhoria do lado mecânico que precisa ser feito e do lado psicológico desse processo.

Para finalizar, espero que você consiga aproveitar os posts desse blog. O objetivo é acelerar sua chance de conseguir sua vaga de emprego no exterior e que melhore pessoalmente e profissionalmente.

Grande abraço!

Comentários

comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE