A Potencial Solidão de Trabalhar no Exterior que Ninguém Nunca Falou

Imagina estar vivendo no exterior sozinho, com poucos amigos, dificuldades no trabalho e com uma potencial solidão?

Para certas pessoas em determinadas situações, trabalhar no exterior pode trazer surpresas indesejadas.

Mesmo que esteja vivendo numa bela e ensolarada cidade, a 10 minutos da praia, todas as frutas e legumes frescos (acredite que em poucos lugares você encontrará algumas boas), e mesmo assim possa estar bem infeliz.

Vou tentar passar aqui nesse post um relato de um vídeo que assisti há algum tempo atrás, mas que ainda remete a minha memória.

História de Potencial Solidão

 

solidão

 

Um rapaz foi ensinar inglês na República Dominicana para ganhar experiência de trabalho internacional e para melhorar o seu espanhol.

Foi a sua terceira vez que vivia no exterior e a segunda vez a trabalhar fora dos Estados Unidos.

Com esse passado, ele pensou que estava pronto para qualquer coisa, mas em vez disso ele encontrou-se em longas tardes na cama, segurando as lágrimas, na mais pura solidão.

E o que era ainda pior?

Parecia que ele não tinha permissão para estar triste.

Para os outros, fotos de rede social e conversas com amigos no Skype, ele estava em algum tipo de férias prolongadas e deveria estar feliz por estar onde estava.

Só porque um lugar é lindo, não invalida seus sentimentos de tristeza ou desconforto.

Meu pequeno parecer

Quando ele viajou para o exterior, sentiu-se na pressão de fingir amar e todos os lugares que ia e tudo o que via.

Tudo teria que ser de “tirar o fôlego”, “belo” e “rico em algo”.

Mas, por vezes, trabalhar no exterior pode ser triste, difícil e te deixe na solidão.

Devemos ser capazes de lidar com isso.

Existem desafios para viver e trabalhar no exterior e nós precisamos estar abertos para debatê-los. Inteligência emocional e saúde mental é importante para todos!

Ler artigos de viagem e livros pode fazer com que você se sinta de outra forma, porém, não fique com a cabeça nas mídias sociais e que seus amigos façam você se sentir como se estivesse fazendo algo errado.

Você não está.

A vida pode ser difícil, tanto no seu país como em trabalhar no exterior, mas isso não significa que nós estamos fazendo algo errado.

Apenas lembre-se que o Instagram é cheio de mentiras: ninguém é tão feliz o tempo todo. Não queira comparar seus bastidores com o palco de outra pessoa.

Às vezes, nós apenas não gostamos do lugar, mas está tudo bem.

Você se deu a permissão de não gostar desse lugar, mesmo que você estivesse muio animado para ir trabalhar lá antes.

Dê uma chance na sua avaliação de cada lugar, obviamente, mas não se sinta como se você tivesse que amar uma cidade que você considera apenas mediana. 

Tem gente que nunca se sentiu em casa em Londres, enquanto nós gostamos muito de viver lá por 2 anos! 

Voltando ao relato da solidão

 

solidão

 

Às vezes, não importa o quão bonito esse lugar é, existirá dificuldade na nossa vida real.

Quando ele estava ensinando na República Dominicana encontrou o trabalho desafiador e cansativo.

Ele não tinha amigos ainda e se sentia sozinho.

Ele tinha estudado espanhol no Peru e foi difícil de compreender o estilo na República Dominicana de falar.

Ele estava levando consigo o fim de um relacionamento romântico e dúvidas sobre a carreira futura.

Sentia uma tristeza pesada todos os dias que o sol e a beleza das praias não conseguia levantar.

E isso é ok.

Isso foi ok para ele perceber que estava triste e saber o motivo. 

Eventualmente, depois de passar um mês bem mal na República Dominicana, as coisas melhoraram:

  1. Suas funções de trabalho mudaram;
  2. Passou a conhecer algumas pessoas;
  3. Espanhol tornou-se mais fácil.

Foi um momento difícil, mas ele aprendeu muito sobre ele mesmo.

E a superação?

Só porque você não está apaixonado por um lugar não significa que a experiência não vai ser significativa e moldá-la em determinadas maneiras.

Na verdade, talvez essas dificuldades e a desconexão entre você e o lugar é o que faz o truque.

Ela ensina-lhe uma lição séria na resiliência e aproveitando ao máximo o que você está lidando.

Estar em um lugar que você não ama também pode ajudá-lo a perceber as coisas que você não pode se estivesse com a cabeça nas nuvens.

Na República Dominicana, ele notou:

  1. A desigualdade;
  2. Como terrivelmente alguns dos turistas tratam os moradores;
  3. E um sistema político que foi orientado contra as pessoas de diferentes origens.

Ele aprendou bastante sobre a interação entre turistas ocidentais ricos e uma economia baseada no turismo.

Aprendeu também que ter muito cuidado em lavar sua comida, para evitar contaminações e indigestões alimentares.

Quando você observar essas coisas, ou quando você ficar doente, ou quando a vida é apenas miserável e triste, relaxe e viva essa fase.

Mesmo que seja um belo dia ensolarado e você deveria estar na praia.

Se você precisa ficar deitado na cama em casa e quer assistir seu programa favorito no Netflix, então faça.

Faça o que você precisa fazer.

Não deixe ficar estagnado, mas você pode permitir-se uma pausa.

Deixe espaço para sentí-la e descanse quando você está tendo um dia ruim.

Conclusão

Esta é a grande chamada para ação para sermos honestos com o que estamos fazendo, mesmo quando estamos no exterior.

Se você partiu em uma grande aventura para trabalhar no exterior e encontra-se em algum momento de pura solidão e feliz, está tudo bem.

Você é um ser humano normal, com sentimentos normais em reação aos desafios de trabalhar no exterior e só você é capaz de dar a volta por cima.

Uma outra dica é que encontre alguém que lhe permita ser honesto sobre isso.

Não gaste tempo comparando-se nas mídias sociais.

Dê uma olhada nos livros de viagem que fazem você se sentir como se estivesse na lua. Trabalhar no exterior pode ser difícil e que não significa que você está fazendo errado.

Isso pode significar que você realmente se preocupa com o seu trabalho no exterior e que está investindo nele, fazendo com que os desafios fiquem mais tranquilos. Se você está triste agora, não significa que toda a sua vida vai ser triste e solitário.

Mas tenha em mente que trabalhar no exterior é uma oportunidade incrível.

Às vezes é bom velejar em águas calmas, mas às vezes é bom estar mais agitado.

Eu continuo aprendendo bastante no que eu quero fazer da minha vida por causa do meu trabalho no exterior. Eu cresci em termos de minha carreira, meus estudos, meu espírito e meu propósito de vida.

Se trabalhar no exterior é algo que você quer, vem pra cá! De todas as formas, agarre sua vaga de emprego, compre o bilhete de avião, e caia nessa aventura. E sempre, deixe-se sentir no importa o que você sente.


Outros Posts

Se quiser mais sobre como equilibrar o lado psicológico para trabalhar no exterior, recomendo ler os posts abaixo:

  1. A Gratidão Transforma: uma Nova Vida em 33 dias
  2. Você Conhece o Poder do Foco?
  3. 7 Dicas para Quem Pretende Trabalhar Fora do Brasil
  4. O que Fazer se Estiver Desempregado?
  5. 16 Dicas para Ganhar 2 horas por dia
  6. Qual é o seu Propósito de Vida?
  7. Como Baixar Aplicativo Kindle
  8. 7 Coisas que Pessoas de Sucesso Fazem Antes do Café da Manhã
  9. 7 Motivos para Você Acordar Cedo as 5h da manhã
  10. Seguindo os 6 Passos da Meditação
  11. Desculpas, Histórias e Justificativas x Vagas de Emprego no Exterior
  12. O seu Por Que em Trabalhar no Exterior com 1 Exercício
  13. Já Ouviu Falar da Dieta de Informação? Aplique-a para Encontrar seu Trabalho no Exterior

Até o próximo post!

Paulo Roberto

Comentários

comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE