→ Trabalhar na Irlanda: Vagas de Emprego para Quem Fala Português

Trabalhar na Irlanda tem se tornado atrativo por alguns fatores:

  1. 3º país com maior média de salários da Europa: 32900 euros anuais
  2. Um dos países com melhor qualidade de vida na Europa: rankeado em 7.4 de 10
  3. Fácil acesso a conhecer outros países
  4. Maioria das grandes empresas farmacêuticas e de tecnologia tem headquarter por lá. Trabalhar na Irlanda é estar perto de Google, Facebook, Apple and Twitter
  5. Centenas de lindos castelos
  6. E outros pontos mais

Eu poderia acrescentar outros fatores pois já estivemos cruzando a Irlanda de carro e vimos a satisfação de muitas pessoas que encontramos de trabalhar na Irlanda.

Por isso, vendo muitos profissionais querendo trabalhar no exterior, resolvi pesquisar vagas para quem deseja trabalhar na Irlanda.

Contudo, relembre que trabalhar no exterior não é só pegar o seu currículo e enviar do jeito que está.

E se você ainda não tem um bom formato de currículo para aplicar para qualquer vaga de emprego e quer ter acesso ao modelo de currículo de um dos melhores profissionais de RH do Brasil, recomendo que você baixe GRATUITAMENTE o modelo de currículo que os recrutadores adoram e faz você parecer o melhor profissional para o emprego, só clicar na figura abaixo.

modelo de currículo vitae gratuito

Mas antes disso tudo, você precisa estar em um nível avançado no seu inglês, mesmo que eu apresente nesse artigo vagas de emprego para quem fala português.

Por isso, recomendo que você assista a esse vídeo gratuito para que acelere o seu aprendizado do inglês. Você vai aprender mais sobre a técnica de aprendizagem acelerada usada no inglês.

Saiba mais: Passaporte para a Fluência – Tudo o que Faltava para Falar Inglês Fluente em 8 Semanas

trabalhar na Irlanda

Veja as vagas de empregos para trabalhar na Irlanda para quem fala português abaixo.

Trabalhar na Irlanda: Vagas de Emprego para Quem Fala Português

  1. Product Marketing Manager Portuguese and Spanish – Dublin
  2. Customer Service Associate, Portuguese – Dublin
  3. Portuguese & Spanish speaking Cloud Sales / Business Development – Dublin
  4. Office admin and account payable – Portuguese speaker – Dublin
  5. Senior Cloud DBA – Dublin

Para ter acesso a mais 8 vagas de empregos na Irlanda, compartilhe esse artigo com seus amigos para que eles também possam ver essas vagas!

Tudo Sobre a Irlanda

Os expatriados encontrarão que o custo de vida na Irlanda é gerenciável, mas varia de acordo com a cidade ou a cidade, sendo Dublin o lugar mais caro para viver.

Isto foi confirmado pela pesquisa Mercer Cost of Living para 2017, que classificou a cidade como a 47ª cidade mais cara das 209 cidades pesquisadas em todo o mundo.

Os expatriados que querem morar na Irlanda são geralmente apoiados por empregos bem remunerados que lhes permitem desfrutar de uma alta qualidade de vida.

A acomodação terá o maior pedaço do salário de um expatriado, seguido de mantimentos, cuidados de saúde e educação.

trabalhar na Irlanda

Custo da acomodação na Irlanda

Em resposta à recessão recente, a bolha imobiliária da Irlanda surgiu e os expatriados descobriram que os custos de alojamento caíram das elevadas alturas astronômicas que anteriormente ocupavam.

O custo das utilidades mensais também baixou recentemente.

Custo de comida e entretenimento na Irlanda

O preço dos mantimentos na Irlanda varia muito, dependendo do supermercado que frequenta.

A compra de produtos importados também aumentará as despesas, por isso é melhor manter os produtos locais e sazonais.

Manter uma vida social e comer fora em restaurantes, especialmente em Dublin, pode ser caro, então os expatriados que desejam uma noite fora devem se certificar de manter um olho em seu orçamento.

Custo da educação na Irlanda

A educação pública na Irlanda é gratuita para todas as crianças residentes no país, incluindo os expatriados.

A maioria dos expatriados escolhe enviar seus filhos para escolas públicas devido ao alto padrão de educação oferecido nessas escolas.

Espera-se que os pais paguem uniformes escolares e livros, bem como atividades extra-curriculares, mas não pagam nada por propinas.

Por outro lado, as escolas privadas e internacionais na Irlanda são caras e os pais que desejam enviar seus filhos para uma escola particular devem ter certeza de que podem pagar os custos envolvidos.

Custo dos cuidados de saúde na Irlanda

Embora os cuidados de saúde públicos na Irlanda sejam gratuitos ou subsidiados para todos os residentes, a maioria dos expatriados escolhe usar instalações de saúde privadas.

Pacientes em hospitais privados são obrigados a pagar o custo total do tratamento, o que pode ser caro.

A maioria dos empregadores oferece seguro de saúde privado, e isso é algo que os expatriados devem garantir que eles tenham implantado antes de se mudarem para a Irlanda.

Dados de Custo de Vida na Irlanda

Observe que os preços podem variar de acordo com a localização e o provedor de serviços. Os preços listados são preços médios para Dublin em janeiro de 2017.

Com esses valores dá para ter uma boa relação ao trabalhar na Irlanda e o quanto se gasta.

Accommodation
One-bedroom apartment in city centre 1,300 EUR
Three-bedroom apartment in city centre
2,300 EUR
One-bedroom apartment outside of city centre 1,000 EUR
Three-bedroom apartment outside of city centre 1,700 EUR
Shopping
Milk (1 litre)
1 EUR
Dozen eggs 3 EUR
Rice (1kg) 1.65 EUR
Loaf of white bread 1.50 EUR
Pack of chicken breasts (1kg) 8 EUR
Coca Cola (2 litres) 2 EUR
Pack of cigarettes (Marlboro lights) 11 EUR
Eating out
Big Mac meal
8 EUR
Cappuccino 3 EUR
Bottle of beer (local) 5 EUR
Three-course meal at a mid-range restaurant 30 EUR
Utilities/Household (monthly)
Mobile call rate (per minute – mobile to mobile)
0.27 EUR
Internet (8MB – average per month) 45 EUR
Hourly rate for a domestic cleaner 15 EUR
Utilities (gas, water, electricity) 150 EUR
Transportation
Taxi (rate/km)
1.50 EUR
City centre bus fare 2.70 EUR
Petrol/Gasoline (per litre) 1.30 EUR

Visto de turismo para a Irlanda

Embora a Irlanda seja parte da UE, não faz parte da área Schengen, o que significa que os vistos Schengen não podem ser usados ​​para entrar no país.

Outro ponto importante é que não é possível trabalhar na Irlanda com o visto de turista!

Os viajantes que são nacionais de certos países, incluindo os da UE, bem como os EUA, Austrália e África do Sul, entre outros, não precisam de um visto para entrar na Irlanda.

Enquanto isso, os nacionais de certos países, incluindo a China, a Índia e a Nigéria, precisarão de um visto Short Stay C para entrar na Irlanda.

Os cidadãos de alguns países que possuem um visto do Reino Unido podem entrar na República da Irlanda sem um visto irlandês como parte de um programa de isenção de visto.

Isso inclui uma série de países da Ásia, Oriente Médio e Europa Oriental. Há requisitos específicos, no entanto, você deve confirmar isso com a respectiva embaixada ou consulado irlandês.

Os vistos de férias de curta duração para a Irlanda são válidos por até 90 dias.

Visa de negócios para a Irlanda

Se você vai viajar para a Irlanda para participar de reuniões de negócios ou conferências também exigirão um visto de curta duração. A lista de nacionais que precisam de visto é a mesma que para vistos de turista.

Além dos documentos gerais necessários para um visto de turista, os pedidos de visto de negócios devem incluir:

  1. Um convite da empresa anfitriã irlandesa
  2. Uma carta de confirmação do empregador do requerente
  3. E uma prova de onde o requerente permanecerá na Irlanda

Visa de residência para a Irlanda

Os expatriados que não são da Área Econômica Européia ou da Suíça e que desejam ficar na Irlanda há mais de três meses precisarão obter uma Visa Long Stay D.

Isto aplica-se aos expatriados que pretendem trabalhar, estudar ou ficar com a família na Irlanda.

Além do visto e dos documentos de viagem relevantes, os candidatos podem precisar provar que têm fundos suficientes para se sustentar durante o período de permanência proposto.

Uma vez concedido o visto Long Stay, os candidatos terão de solicitar permissão para permanecer e se inscrever no Serviço Irlandês de Naturalização e Imigração (INIS). Neste caso, também é necessário solicitar uma autorização de residência.

Os expatriados que procuram trabalhar no país terão que se candidatar pela primeira vez a uma autorização de emprego irlandesa com o Departamento de Emprego, Empresa e Inovação (DJEI), então um visto de entrada, se necessário, e finalmente se registrar no INIS.

Outros Posts

Se você gostou desse artigo sobre trabalhar na Irlanda e tudo sobre o país, que tal ler os seguintes posts?

  1. Passaporte para a Fluência – Tudo o que Faltava para Falar Inglês Fluente em 8 Semanas
  2. Como Morar em Portugal
  3. Vagas de Emprego em Portugal para Brasileiros em 2017
  4. Governo Português cria Acordo e Incentiva Brasileiros a se Mudarem para Portugal
  5. Tudo Sobre o Custo de Vida em Portugal e Como Morar em Portugal
  6. Os 10 Melhores Sites para Fazer Curso de Inglês Online Grátis
  7. As Respostas para As Principais Perguntas sobre Trabalhar no Exterior
  8. Como Fazer um Currículo Perfeito e + 14 Dicas Exclusivas
  9. Tudo Sobre Morar na Austrália – O Guia Definitivo 
  10. Esse Artigo Fará Você Trabalhar no Exterior em 2017!
  11. Trabalhar no Canadá para Brasileiros: País Facilita os Processos para Contratação de Talentos Estrangeiros
  12. Países que Oferecem Visto de Trabalho para Brasileiros Fora da sua Profissão

 

Até o próximo post,

Paulo Roberto

Resumo
Data do review
Reviewed Item
→ Trabalhar na Irlanda: Vagas de Emprego para Quem Fala Português
Author Rating
51star1star1star1star1star

Comentários

comments

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
error: Conteúdo protegido!